Power Doctor

Higiene bucal na UTI reduz em 56% infecções respiratórias

248Visitas

Segundo um estudo realizado com 254 pacientes no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, ter um dentista atuando na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pode reduzir em até 56% as chances de desenvolvimento de infecções respiratórias nesses pacientes. A informação foi divulgada pelo Jornal da USP e ainda conta com uma entrevista em áudio com um dos responsáveis pelo estudo,  Fernando Belíssimo Rodrigues, professor do Departamento de Medicina Social da FMRP. Conforme Belíssimo,  a presença de um cirurgião-dentista em UTI é uma prática que já ocorre em alguns hospitais do Brasil. Contudo, ainda não havia comprovação cientifica sobre a eficácia disso.

Para mais informações sobre o estudo, assim como a entrevista completa em áudio com o professor Fernando Belíssimo, o artigo completo está disponível no site do Jornal da USP.